Domingo, 09 de Dezembro de 2018
Moises Lnortovz dos Santos - Presidente
Moises Lnortovz dos Santos - Presidente
Sonia Aparecida de Campos de Souza - Vice-Presidente
Sonia Aparecida de Campos de Souza - Vice-Presidente
Lucas Gabriel da Silva Braga - 1º Secretário
Lucas Gabriel da Silva Braga - 1º Secretário
Jose Roberto De Matos - 2º Secretário
Jose Roberto De Matos - 2º Secretário
Alfredo Flores
Alfredo Flores
Claudinei Ferreira
Claudinei Ferreira
Geber Abdo Addi
Geber Abdo Addi
Roberto Lopes André
Roberto Lopes André
Rubens Vanderlei de Castro
Rubens Vanderlei de Castro

Última Atualização do site:  

29/11/2018 09:31:37

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / TCE PR
 
Após recurso, contas de 2013 do Fundo de Previdência do Estado estão regulares
 
17/08/2018
Fonte: TCE - PR

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná deu provimento ao Recurso de Revista interposto pela Paranaprevidência contra a decisão expressa no Acórdão nº 3634/16 - Tribunal Pleno. Na decisão original, o TCE-PR havia concluído pela irregularidade das contas de 2013 do Fundo de Previdência do Estado do Paraná, de responsabilidade de Jayme de Azevedo Lima (gestor entre 1º e 27 de janeiro daquele ano), Jorge Sebastião de Bem (gestor entre 28 de janeiro a 16 de setembro) e Suely Hass (gestora entre 17 de setembro a 31 de dezembro).

O motivo da desaprovação das contas havia sido a realização de alterações orçamentárias por meio de resoluções do Conselho Diretor, que não são o instrumento adequado para esse fim. Cada responsável recebeu uma multa de R$ 1.450,98. Além da penalidade, os conselheiros fizeram determinações para o atual responsável pela Paranaprevidência.

A decisão foi alvo de dois recursos: um do Ministério Público de Contas (MPC-PR) e o outro do Paranaprevidência.

 

Ministério Público de Contas

O MPC-PR ingressou com Recurso de Revista para que as ilegalidades apontadas no Parecer nº 5604/16 fossem reconhecidas como irregularidades pelo TCE-PR, com a consequente responsabilização dos gestores. Os apontamentos feitos pelo MPC-PR foram: utilização indevida de recursos do Fundo Previdenciário para cobertura de insuficiência financeira; e inércia dos gestores em adotar medidas para que a migração de segurados do Fundo de Previdência para os fundos Financeiro e Militar fosse devidamente acompanhada.

A Terceira Inspetoria de Controle Externo (3ª ICE) opinou pelo provimento parcial do recurso, para julgar irregular a utilização indevida de recursos do Fundo Previdenciário. O relator do processo, conselheiro Ivan Bonilha, concluiu pelo não provimento do recurso porque os apontamentos feitos pelo MPC-PR já estão sob análise no processo de Tomada de Contas Extraordinária nº 117629/14.

 

Paranaprevidência

No Recurso de Revista interposto pela Paranaprevidência, a entidade procurou sanar as irregularidades apontadas na decisão original. Quanto aos problemas com transparência, a recorrente alegou que tem se esforçado para o pleno atendimento dos requisitos previstos na legislação que rege a transparência pública, e que tal empenho pode ser comprovado no acesso ao seu Portal da Transparência.

Com relação à alteração orçamentária aprovada pelo Conselho Diretor, a Paranaprevidência alega que houve mudanças no sistema previdenciário no ano de 2012, sendo o ano de 2013 de transição para a contabilidade pública.

A 3ª ICE opinou pelo não provimento do recurso. Acompanharam o entendimento a Coordenadoria de Gestão Estadual (CGE) e o MPC-PR. Já Bonilha concluiu pelo provimento do recurso. Quanto ao portal da transparência, o relator afirmou que ainda permanecem algumas deficiências no portal. Porém, enfatizou que é visível o grande avanço na divulgação das informações.

Quanto às alterações orçamentárias, o conselheiro destacou que é preciso considerar que o exercício de 2013 foi o primeiro após a reestruturação do Plano de Custeio, havendo a necessidade de adequação à nova estrutura implementada. O relator também afirmou que, nos exercícios seguintes, as alterações foram feitas de modo correto.

 

Conclusão

Desta forma, o voto do relator foi para negar provimento do recurso interposto pelo MPC-PR e pelo provimento do recurso interposto pela Paranaprevidência. Com a nova decisão, as contas da entidade ficam regulares com ressalvas e as multas aplicadas aos responsáveis foram afastadas.

Foram mantidas as determinações para que os atuais responsáveis pelo fundo tomem medidas para a publicação das informações de interesse público no Portal da Transparência e recomendaram à entidade que finalize as providências para adoção do Sistema Integrado de Acompanhamento Financeiro (Siaf); adote as medidas necessárias para alimentação do Sistema Estadual de Informações-Captação Eletrônica de Dados (SEI-CED); e concretize a padronização e uniformização da metodologia utilizada para os registros contábeis, orçamentários e financeiros.

Os membros do Pleno do TCE-PR, por voto de desempate do presidente, conselheiro Durval Amaral, acompanharam o voto do relator, na sessão de 5 de julho. A nova decisão está expressa no Acórdão nº 1815/18 - Tribunal Pleno e publicado em 31 de julho, na edição nº 1.875 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC).

 

Serviço

Processo nº:

695208/16

Acórdão nº

1815/18 - Tribunal Pleno

Assunto:

Recurso de Revista

Entidade:

Fundo de Previdência do Estado do Paraná

Interessados:

Jayme de Azevedo Lima, Jorge Sebastião de Bem, Suely Hass e Paranaprevidência

Relator:

Conselheiro Ivan Lelis Bonilha

 

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» Com reestruturação, TCE-PR analisa prestações de contas em tempo recorde
» Incorporação de Tide na aposentadoria será proporcional à contribuição
» Inscrições em concurso de analista de controle se encerram nesta quinta
» TCE e Detran integram bancos de dados para fiscalizar veículos
» Sessão do Pleno desta quinta terá transmissão ao vivo apenas pela internet
» Guia ajuda cidadão a entender função do TCE-PR e exercer o controle social
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08h00min as 11h00min - 13h00min a 17h00min

Rua Getúlio Vargas, 100 - Centro

Cep: 86860-000 - Jardim Alegre - Paraná - Brasil

 (43) 3475-2590

 cmja@cmjardimalegre.pr.gov.br