Domingo, 26 de Janeiro de 2020
Rubens Vanderlei de Castro - Presidente
Rubens Vanderlei de Castro - Presidente
Claudinei Ferreira - Vice-Presidente
Claudinei Ferreira - Vice-Presidente
Moises Lnortovz dos Santos - 1º Secretário
Moises Lnortovz dos Santos - 1º Secretário
Alfredo Flores - 2º Secretário
Alfredo Flores - 2º Secretário
Geber Abdo Addi
Geber Abdo Addi
Jose Roberto De Matos
Jose Roberto De Matos
Lucas Gabriel da Silva Braga
Lucas Gabriel da Silva Braga
Roberto Lopes André
Roberto Lopes André
Sonia Aparecida de Campos de Souza
Sonia Aparecida de Campos de Souza

Última Atualização do site:  

09/10/2019 08:40:20

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / BRDE
 
BRDE liberou R$ 850 milhões a empresas paranaenses em 2019
 
09/01/2020
Fonte: AEN-PR

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) viabilizou em 2019 a oferta de R$ 850 milhões de crédito a empresas paranaenses em vários segmentos econômicos. Mais do que o crédito em si é o resultado da aplicação desses recursos que faz a diferença. O montante contribui para a criação de empregos, melhoria dos salários e com o desenvolvimento de negócios que geram prosperidade e favorecem o crescimento da economia no Paraná.

Apenas no cooperativismo foram investidos cerca de R$ 387 milhões em projetos prioritariamente voltados para agroindústria, seguidos daqueles de melhoria da infraestrutura. O volume considera tanto o financiamento para cooperativas como para cooperados.

O fortalecimento das atividades das cooperativas estimula o aumento da produção e melhora no poder de negociação, com condições comerciais mais justas para o produtor rural.

De acordo com o BRDE, o apoio ao pequeno produtor também integra esse processo e traz benefícios para todo o setor do agronegócio que, não por acaso, representa 65% da carteira ativa no Estado, com mais de R$ 180 milhões em crédito para os agricultores paranaenses apenas em 2019.

O impacto positivo na produção cria mais postos de trabalho. Segundo o banco, os números do setor evidenciam o acerto dessa estratégia. Levantamento sobre a produção do terceiro trimestre divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o Paraná apresentou crescimento no abate de cabeças de suínos, de frango, na produção de leite e ovos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, o Estado abriu 66.901 novas vagas até outubro, considerando todos os segmentos.

O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, explica que um fator importante foi o aumento na exportação de proteína animal do Paraná para a China. “O ambiente político no Estado é muito bom e, portanto, há uma retomada interessante no processo de crescimento”, destaca o secretário.

OUTRAS ÁREAS - A atuação do banco também fez a diferença no segmento de micro, pequenas e médias empresas, que se consolidou como uma das principais forças no processo de geração de novos postos de trabalho. Com o investimento do BRDE da ordem de R$ 135 milhões para micro e pequenas, e mais R$ 261 milhões a médias empresas, empreendedores contaram com esse apoio para contribuir com os bons números da economia do Paraná.

O BRDE também é o principal agente financeiro do Fundo Geral do Turismo (Fungetur). Mesmo atuando somente em três estados, o banco é responsável por 48% do total de operações do fundo em todo o País, com destaque para o Paraná, onde foram investidos em torno de R$ 65 milhões, via Fungetur, em hotéis, pousadas, centros de convenções, parques temáticos e aquáticos em diversas regiões do Estado. O desempenho fez com que o Ministério do Turismo ampliasse o limite disponibilizado ao BRDE para novas contratações, o que se traduzirá em apoio ainda maior nos próximos anos.

INOVAÇÃO - O BRDE destinou R$ 81 milhões a projetos ligados à inovação em empresas paranaenses, uma das prioridades deste Governo. A esses recursos somam-se ainda R$ 58 milhões destinados para eficiência energética e R$ 165 milhões para o setor de energias renováveis. Foram atendidos projetos que, por natureza, também são inovadores e voltados a aumentar a diversificação da matriz energética do Estado e promover um futuro cada vez mais sustentável e orientado ao uso de energias renováveis e não poluentes.

Além de projetos para geração de energia solar, denominados sistemas fotovoltaicos, que tradicionalmente incorporam o portfólio de investimentos do banco, em 2019 também foram financiados projetos de Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCHs) e de Geradoras Hidroelétricas (CGHs).

FOMENTO - Todos esses avanços ao longo de 2019 foram potencializados pela criação do Sistema Paranaense de Fomento, no qual somam-se ao BRDE, a Fomento Paraná e a Invest Paraná. O SPF tem como objetivo assegurar que as ações de cada uma das instituições envolvidas tenham estreita conexão com a visão do atual Governo para o futuro do Estado, além de garantir que as três instituições atuem sempre de forma complementar, sem sobreposição de ações e desperdício de esforços.

O diretor de operações do BRDE, Wilson Bley Lipski, ressalta a importância do trabalho em conjunto. “A criação do Sistema Paranaense de Fomento está possibilitando que, pela somatória de ações das instituições envolvidas, o Estado do Paraná continue avançando de forma cada vez mais rápida e efetiva na direção de ser não apenas o estado mais moderno e inovador do Brasil, mas também aquele com mais oportunidades, melhor ambiente para os negócios, e mais justiça social”.

O diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Alves das Neves, destaca a complementariedade do SPF: “O Sistema Paranaense de Fomento representa um marco na criação de sinergia entre as instituições paranaenses de fomento às atividades econômicas. A atuação de forma complementar e organizada possibilita foco, racionalização de recursos e maior assertividade no implemento e na manutenção de investimentos no Estado”.

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» Governo do Estado projeta investir R$ 8,7 bilhões em 2020
» Estado arrecada R$ 5,1 milhões com venda de imóveis ociosos
» Paraná é o estado que mais gerou empregos no Sul em agosto
» Receita Estadual e Banco do Brasil modernizam cobrança do IPVA
» Paraná prevê 23,3 milhões de toneladas na safra de verão 2019/2020
» Paraná mantém crescimento de empregos e totaliza 40.537 em sete meses
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: 08h00min as 11h00min - 13h00min a 17h00min

Rua Getúlio Vargas, 100 - Centro

Cep: 86860-000 - Jardim Alegre - Paraná - Brasil

 (43) 3475-2590

 cmja@cmjardimalegre.pr.gov.br